Daily stories

A vida de um agente multifacetado

Dia de referendo

Está visto. O povo decidiu não ir votar.

Quando está sol, fogem todos para a praia, quando chove, fogem para casa. Nunca estão contentes nem exercem o seu direito de voto. Por outro lado exercem, e bem, o seu direito de não votar. Mas esse é muito simples de exercer…

À porta da igreja viam-se mais os que fugiam para dentro dos carros e depois seguiam para casa.

Como alguém disse, este referendo “não era importante para o país”. Mas, segundo o que aprendi, as mulheres fazem parte do país e, se não estou em erro, estão em maioria. Se formos a ver bem a questão, nem é apenas relativo às mulheres… Tem a ver com os homens também. Eles fazem parte integrante do projecto “vamos fazer um bebé” e também depende deles se a criança nasce ou não.

1 Comment so far

  1. fifi
    February 12th, 2007

    | 7:22 pm

    gastaram tanto “rapão”… para quê? havia necessidade? e essas ruas q durante dias só tinham papeis?
    n fui contra refendo, fui contra e sou contra a propaganda ou campanha… enfim!

    ate um próximo almoço “querido”

    beijito