Daily stories

A vida de um agente multifacetado

Momento de terror

Estou eu a uns míseros 80km/h, a aproximar-me de uma curva com relevé ao contrário (sim, estou na variante do Cavalum em Penafiel) quando noto que o carro continua a acelerar após eu levantar o pé. Tento aperceber-me com o pé direito o que se está a passar no pedal e qual não é o meu espanto quando sinto o pedal preso debaixo do tapete. Sim, o tapete saiu do sítio (não tem velcro ou qualquer outro tipo de fixação) e foi parar por cima do pedal do acelerador, exercendo pressão neste. Cada vez mais próximo da curva e já a chegar aos 110km/h reajo o mais rápido possível e piso o travão, ao mesmo tempo que efectuo reduções na caixa… 4ª, 3ª, 2ª… O motor ruge com a elevada rotatitivade imprimida, liberto o travão, sabendo que o carro não iria acelerar muito mais (mas ainda assim mantenho o pé esquerdo de prevenção caso precise de travar) e, durante a curva tento, com os pés ajeitar o tapete.

Consigo!

Foi apenas um susto…

É o terceiro susto em 2 semanas… Um idiota a perseguir-me a meio da noite com os máximos ligados, outro idiota a não parar e a cortar caminho num cruzamento cego, quase embatendo frontalmente contra mim e agora isto…

É uma questão de sorte…

Pelo menos já experimentei conduzir 1 Smart. Foi uma experiência curta mas interessante.

1 Comment so far

  1. fifi
    February 25th, 2007

    | 11:41 pm

    se fosse o MEU smart, sim o romeu, não acontecia nada disso… o tapete adere e ainda tem umas molas 🙂

    quanto à viagem de smart forfour quem sabe um dia com km’s… dá-te por muito contente em poderes andar nele como co-piloto

    ao longo do teu percurso de “mau” condutor vais encontrar mts outros q enfim… sem comentários

    beijoca meu querido :$

    a parte de “mau condutor” é mesmo só para picar contigo! :p